Fitoterapia

A utilização de plantas com fins medicinais é, talvez, a forma mais antiga usada pelo homem para se curar. As plantas com propriedades terapêuticas podem ser utilizadas de várias formas. A mais comum é, sem dúvida, a infusão ou decocção (a vulgar tisana, com ou sem fervura da parte da planta empregue). Para além desta forma, encontram-se os comprimidos, as cápsulas, os extractos, as tinturas e as ampolas bebíveis; para uso externo existem os cremes e pomadas. Em qualquer dos casos podem-se utilizar raízes, partes aéreas, folhas ou flores, dependendo da planta em causa.